Open da Austrália 2020. 20/01 – 02/02

Open da Austrália 2020. 20/01 – 02/02
 
Tradicionalmente, a primeira grande temporada começa na Austrália, dando o tom para todo o Grand Slam. Desde 2006, nos singles masculinos, resumiu-se tudo a Federer (20 vitórias no Grand Slam), Djokovic (16) e Nadal (19). Apenas uma vez (em 2014) Stan Wawrinka conseguiu meter-se entre os três primeiros.
 
O atual vencedor do torneio australiano, Novak Djokovic, detém um recorde de vitórias em Melbourne (7). Os seus principais rivais são Medvedev (vitória com odds de 7,9 na linha 22Bet), Thiem e Tsitsipas. Os veteranos não estão muito atrás. Roger Federer venceu o Open da Austrália pela última vez em 2018 e agora deseja voltar ao trono (odds de 8). No entanto, existem dois favoritos mais prováveis: Rafael Nadal (odds a 5) e Djokovic (odds a 1,88). O sérvio está em ótima forma, o que se torna claro após 6 vitórias em 6 singles de 2020, incluindo esmagar Nadal muito recentemente.
 
Nos singles de mulheres não há líderes claras. Nos últimos 6 anos, Serena Williams venceu com mais frequência do que ninguém: duas vezes. Mas já deixou o torneio depois de perder na primeira ronda para a sua compatriota Cori Gauff. A atual campeã australiana Naomi Osaka vai alternando vitórias com derrotas. Ashleigh Barty, classificada no topo da WTA (odds de apenas 3.58), tem apenas 1 vitória em torneios Grand Slam (singulares) e não parece muito disposta a triunfar na Austrália. No geral, as possibilidades das tenistas ganharem o AO de 2020 são quase iguais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *